Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Canela


Receber  Cancelar


Direção
Secretarias
Serviços


Lista de Deputados Federais - RS e seus e-mails


Lista de Senadores/RS e seus e-mails


Abaixo Assinado Redução da Jornada de Trabalho






Benefícios para os Sócios do Sindicato


Com o término da Sede temos agora local para realizarmos nossas assembléias e reuniões, no Auditório está previsto a acomodação de 80 pessoas sentadas e também poderá ser utilizado para confraternizações dos sócios, já que no espaço dispomos de churrasqueira, freezer e fogão. Regulamento - (Veja normas para uso) Por isto companheiro, venha se associar no Sindicato e usufruir de mais este benefício. Para usar este espaço deve-se fazer agendamento junto a secretaria do Sindicato.
Horário de Atendimento:
Segunda à Sexta das 8h às 12h e de 13h30min às 18h.


ATENDIMENTO NO SINDICATO:
DR. GERALDO - Clínica Geral e Medicina Preventiva
Segunda à Sexta das 15hs às 18hs.

Temos um novo convênio odontológico em Canela, será junto à sede do Sindicato, sendo que o trabalhador pode apresentar a carteira de sócio ou apresentar a autorização solicitada no Sindicato.
PLANTÃO MÉDICA DO TRABALHO: Agendar pelo fone: 54-3282-3093.
PLANTÃO ADVOGADO: Agendar pelo Fone: 54-3282-3093.
EVOLUÇÃO SALARIAL da nossa categoria
Histórico do Primeiro de Maio

Reflexo do Aumento de ICMS no Bolso do Trabalhador
Novas Alíquotas para mercadorias após o aumento de ICMS do SARTORI:

O Etanol (Combustível Alcóol Hidratado) passou de 25% para 30%, tendo um impacto no bolso do gaúcho de 18,38% de aumento;
Internet passou e 25% para 30%, tendo um impacto no bolso do gaúcho de 8,82% de aumento;
Gasolina passou de 25% para 30%, tendo um impacto no bolso do gaúcho 8,18% de aumento;
Bebidas Alcóolicas passou de 25% para 27%, tendo um impacto no bolso do gaúcho de 6,85% de aumento;
Energia Elétrica passou de 25% para 27%, tendo um impacto no bolso do gaúcho de 4,59% de aumento;
Cerveja e Chope passou de 25% para 27%, tendo um impacto no bolso do gaúcho de 4,25% de aumento;
Resumo geral: Os itens que tiveram maior peso para as despesas das famílias gaúchas foram: Alimentação e Bebidas tiveram um impacto de 27,9% de aumento;
Transportes tiveram um impacto de 19,1% de aumento;
Habitação tiveram um impacto de 14,6% de aumento;
Segundo analise do Dieese, a estimativa de redução do poder de compra do gaúcho com o aumento do ICMS do governo do estado do RS, Sartori – (PMDB, apoiados pelo PSDB, PP, PPS e DEM), poderá ser de no mínimo 2,5% podendo chegar a 5% no ano, se continuar o aumento de preços nos itens acima analisados. Sendo que isso não precisava ser jogado nas costas dos trabalhadores, que novamente pagam a conta, pela falta de capacidade do governo em achar soluções para os problemas do estado do RS.
Lembrando que em outros estados, por exemplo: SC a gasolina custa R$ 3,25 e no RS, R$ 4,00, isso representa claramente o impacto absurdo no bolso do gaúcho, faz pensarmos muito na hora de definirmos em quem iremos votar, pois muitos candidatos não representam os anseios da população. São lobos com pele de cordeiro, enganadores e golpistas.

(Fonte: DIEESE)

Matéria: Sidinei Zamberlan – Diretor Sindical




Agenda do Sindicato

1 - Reunião com Empresas: Sobre Câmaras de Vigilância;
2 - Agendamento de reuniões com as empresas da região sendo definidas;
3 - Agenda de Mobilização da categoria permanente;
4 - Mobilização Geral da categoria, fique atendo as informações que serão divulgadas;


ATA DA ASSEMBLEIA GERAL EXTRORDINARIA DO DIA 17/04/2015

Aos dezessete de abril de 2015 às dezenove horas em primeira convocação e as dezenove e trinta horas segunda convocação se reuniram os trabalhadores pertencentes, a categoria do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material elétrico de Canela no Auditório do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Canela, sita na Rua Padre Cacique, 659 em Canela/RS a fim de tratar de assuntos pertinentes ao edital publicado no Jornal do Comércio no dia 15 de abril de 2015. Dando início aos trabalhos o Sr. Francisco Pedroso Laurindo, Presidente da Entidade Sindical, observou que conforme Estatuto, a partir daquele momento a assembleia era soberana em definir quem presidia a mesma, e colocando como candidato à presidí-la sendo proclamado por todos e de logo já nomeando o Sr. Eneu Renato dos Santos para secretariar os trabalhos. Depois de uma breve apresentação o Secretário passou a ler o Edital de convocação e seguiu-se com a seguinte ordem do dia: 1ºExaminar a revisão total ou parcial e/ou fixar novas normas coletivas de trabalho no corrente ano, através de acordos e/ou convenções coletivas de trabalho ou mesmo por solução judicial; 2º)Discussão e deliberação da pauta de reivindicações a ser encaminhada a respectiva entidade patronal; 3º) Concessão de poderes à diretoria da entidade para realizar tratativas negociais e a realização de acordos e/ou convenções coletivas de trabalho ou mesmo de solução judicial, através de ajuizamento do conflito caso resultem negativas as negociações; 4º) Deliberação a cerca da conveniência ou não de fixação da contribuição assistencial em favor da entidade, definição do valor da mesma e garantia de direito de oposição para os não sócios do sindicato, na forma e prazo que esta fixar para tal; 5º) Estratégias da Campanha Salarial unificada. Feito a leitura do edital, o secretário passou a palavra para o presidente e este falou sobre os itens 1, 2, 3 e 5. Foram aprovados pela assembleia, e o item 4 foi discutido e aprovado pela assembleia da fixação da contribuição assistencial que ficou todo o trabalhador da base do Sindicato dos Metalúrgicos de Canela descontarão de todos os integrantes da categoria, beneficiados pelo presente acordo, a importância equivalente a 03 (três) dias de salário sendo o primeiro no fechamento do acordo e os outros nos meses de novembro de 2015 e janeiro de 2016, já reajustado. E também foi fixado na assembleia dois dias úteis sendo (29) vinte e nove e trinta de junho de 2015, para os não sócios fazer oposição ao desconto assistencial na sede da entidade na rua Padre Cacique, 659 em Canela, no horário das 8:30h (oito e trinta horas) ás 11:30h (onze e trinta horas) e tarde das 13:30 (treze e trinta horas) ás 16:30 (dezesseis e trinta horas). A proposta foi colocado em votação a qual foi aprovada por unanimidade. Como nada mais havendo a tratar e como ninguém mais quis fazer o uso da palavra o presidente dos trabalhos determinou que fosse lavrada a presente ata que segue assinada por mim secretário desta assembleia o qual lida e aprovada foi por nós assinada.
Canela, 17 de abril de 2015.
Francisco Pedroso Laurindo - Presidente
Eneu Renato dos Santos - Secretário


   

 

Indicadores Econômicos


Reajuste Geral

 
Leia as Principais Notícias
Sindicato ganha ação para os trabalhadores da Famastil Taurus Ferramentas: que deverá voltar a pagar Auxílio Faculdade.

Havia cortado o benefício arbitrariamente
A 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região deu provimento ao Recurso Ordinário do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Canela e Região em processo movido contra a Famastil Taurus Ferramentas S.A. , que tratava sobre o cancelamento do Auxílio Faculdade (Beneficio que pagava 50% da Faculdade) pago pela empresa a seus funcionários.
Os desembargadores acolheram a tese do sindicato, reconheceram a alteração unilateral dos contratos de trabalho. Declararam a nulidade dos regulamentos criados pela empresa e que impossibilitaram que a imensa maioria dos trabalhadores continuasse usufruindo desse benefício tão importante e que possibilitou o acesso ao ensino superior para diversos trabalhadores da Famastil Taurus Ferramentas S.A..
Assim, está assegurado judicialmente aos trabalhadores da Famastil Taurus Ferramentas S.A., o direito ao auxílio faculdade exatamente nas mesmas condições praticadas anteriormente, sem necessidade de apresentação de projetos e limitação de áreas de estudo.
O trabalhador que foi prejudicado quando do cancelamento do auxílio faculdade, seja aquele que assumiu o pagamento integral da sua mensalidade, seja aquele que teve que abandonar o curso que estava fazendo, deve procurar o departamento jurídico do Sindicato para buscar esclarecimentos sobre eventuais indenizações devidas pela empresa.

Jornal do Metalúrgico 2016 - Maio e Julho




Saiba mais sobre a Caixa
Saiba mais sobre o Justiça do Trabalho
Saiba mais sobre CUT
Saiba mais sobre a Receita Federal
Saiba mais sobre o Ministério Trabalho e Emprego
Saiba mais sobre o Programa Fome Zero
Saiba mais sobre Indicadores Econômicos
Sindicato dos Metalúrgicos - Rua Padre Cacique, 659. Canela/RS. CEP: 95680-000 Fone: (0xx54) 3282 3093.